Manual AP 3000 AX, AP 3000 AX Outdoor e AP 1800 AX

Pesquisar tópicos

Cuidados e Segurança
  • Tratamento de dados
    • Este sistema utiliza e processa dados pessoais, como senhas, endereços de rede e registro dos dados de clientes.

    • LGPD - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais: este produto faz tratamento de dados pessoais, porém a Intelbras não possui acesso aos dados a partir deste produto. Este produto possui criptografia na transmissão e armazenamento dos dados pessoais.

  • Proteção e segurança de dados
    • Observar as leis locais relativas à proteção e uso de dados e as regulamentações que prevalecem no país.

    • O objetivo da legislação de proteção de dados é evitar infrações nos direitos individuais de privacidade, baseadas no mau uso dos dados pessoais.

  • Diretrizes que se aplicam aos funcionários da Intelbras
    • Os funcionários da Intelbras devem cumprir com as práticas de comércio seguro e confidencialidade de dados sob os termos dos procedimentos de trabalho da companhia.

    • É imperativo que as regras a seguir, sejam observadas para assegurar que as provisões estatutárias relacionadas a serviços (sejam serviços internos ou de administração e manutenção remota) sejam estritamente seguidas. Isso preserva os interesses do cliente e oferece proteção pessoal adicional.

  • Diretrizes que controlam o tratamento de dados
    • Assegurar que apenas pessoas autorizadas tenham acesso aos dados de clientes.

    • Usar as facilidades de atribuição de senhas, sem permitir qualquer exceção. Jamais informar senhas para pessoas não autorizadas.

    • Assegurar que nenhuma pessoa, não autorizada, tenha como processar (armazenar, alterar, transmitir, desabilitar ou apagar) ou usar dados de clientes.

    • Evitar que pessoas, não autorizadas, tenham acesso aos meios de dados, por exemplo, discos de backup ou impressões de protocolos.

    • Assegurar que os meios de dados que não são mais necessários, sejam completamente destruídos e que documentos não sejam armazenados ou deixados em locais geralmente acessíveis.

    • O trabalho em conjunto com o cliente gera confiança.

    • Este produto possui criptografia na transmissão dos dados pessoais.

  • Uso indevido e invasão de hackers
    • As senhas de acesso às informações do produto, permitem o alcance e a alteração de qualquer facilidade, como o acesso externo ao sistema da empresa para obtenção de dados, portanto, é de suma importância que as senhas sejam disponibilizadas apenas àqueles que tenham autorização para uso, sob o risco de uso indevido.

    • O produto possui configurações de segurança que podem ser habilitadas, e que serão abordadas neste manual, todavia, é imprescindível que o usuário garanta a segurança da rede na qual o produto está instalado, haja vista que o fabricante não se responsabiliza pela invasão do produto via ataques de hackers e crackers.

  • ATENÇÃO:
    Este produto vem com uma senha-padrão de fábrica. Para sua segurança, é IMPRESCINDÍVEL que você a troque assim que instalar o produto e questione o seu técnico quanto as senhas configuradas, quais os usuários que possuem acesso e os métodos de recuperação.


  • ATENÇÃO:
    Este equipamento não tem direito à proteção contra interferência prejudicial e não pode causar interferência em sistemas devidamente autorizados.

    Este é um produto homologado pela Anatel, o número de homologação se encontra na etiqueta do produto, para consultas acesse o site: sistemas.anatel.gov.br/sch.

Acesso ao equipamento

O produto pode ser acessado através da interface de gerenciamento web do equipamento. Execute o procedimento a seguir para acessar seu equipamento:

  1. Conecte um cabo de rede entre seu computador e o equipamento;

  2. Certifique-se de que seu computador se encontra na mesma rede que o equipamento, ex. 10.0.0.2/24;

  3. Digite o endereço 10.0.0.1 na barra de endereço do navegador;
  4. Se tiver êxito no acesso, a tela de login da imagem abaixo será exibida:

Insira as seguintes informações:

  • Usuário: admin

  • Senha: A senha padrão do dispositivo é aleatória e pode ser encontrada na etiqueta do produto, como verificado na imagem abaixo.

  • Obs.: o idioma português é definido por padrão.

A página de primeiro acesso será exibida:

  • Digite uma nova senha de usuário com no mínimo 8 caracteres, contendo:

    • Pelo menos 1 (um) número;

    • Pelo menos 1 (uma) letra maiúscula;

    • Pelo menos 1 (uma) letra minúscula;

    • Pelo menos 1 (um) caractere especial (Ex: #, *, !, @).

  • Clique em Alterar Senha.

  • Então o produto carregará a tela de status e estará pronto para iniciar as configurações.

  • Obs.: o produto da Intelbras vem com o padrão IP 10.0.0.1. Contudo, receberá um novo endereço IP, se for inserido em uma rede com DHCP, de acordo com a faixa configurada no servidor DHCP. Para consultar o IP obtido, verifique no seu servidor DHCP. Caso queira apenas acessar a interface do produto, basta digitar meu.intelbras no seu navegador em um computador na mesma rede do AP. Após o primeiro acesso, utilizar o login admin e nova senha cadastrada.

Caso você se esqueça da senha posteriormente, é possível resetar o equipamento e configurá-lo novamente:

Dashboard

Ao acessar o equipamento, a tela de Dashboard aparecerá:

    Dashboard

  • Rede: permite alterar o modo de operação e o configurar o comportamento da rede.

  • Sistema: permite visualizar detalhes do equipamento, bem como acessar as configurações de sistema pelo menu lateral.

  • Dispositivos conectados: permite visualizar a quantidade e listagem dos clientes conectados ao equipamento.

  • Tempo ativo: o tempo total de operação do dispositivo desde que foi ligado.

    Menu lateral

  • Rede: permite alterar o modo de operação e o configurar o comportamento da rede.

  • Sistema: permite acessar configurações de sistema do dispositivo, aplicar reset ao padrão de fábrica, realizar uma atualização, entre outras.

  • Serviços: permite configurar os serviços disponíveis no dispositivo, como Site Survey, por exemplo.

  • Segurança: permite configurar o funcionamento das medidas de segurança do firewall do dispositivo.

  • Conexões: permite verificar informações sobre os clientes conectados nas interfaces do dispositivo.

Ao clicar no botão no canto superior direito, o menu suspenso será exibido:


A partir dele é possível ter acesso à escolha de idioma, alteração de senha, informações legais e gerais, bem como aplicar/descartar as alterações, reiniciar o equipamento ou finalizar a sessão.

Ao clicar em Aplicar ou Descartar Alterações, será solicitada confirmação adicional como nas imagens abaixo:

ou

Reiniciar Equipamento

Permite ao administrador realizar reboot do equipamento.

  • Ao clicar em "Confirmar alteração", o equipamento irá reiniciar com as últimas configurações salvas.

Informações

Informações Legais

Ao acessar o menu suspenso é possível visualizar a Política e Privacidade e os Termos de uso.

Política e Privacidade

Termos de uso

Informações Gerais

Também é possível pelo menu suspenso ter acesso às informações gerais do sistema.

Rede
  1. Modo de operação

    Permite definir o comportamento do equipamento na rede.

    • Nome do equipamento: nome/apelido que pode ser configurado para cada equipamento na rede, com o intuito de facilitar sua identificação.

    • Modo de operação:

      Bridge: opera como uma Bridge, interconcetando todas as interfaces de rede, único endereço IP.

      Roteador: o equipamento fará o roteamento entre as interfaces de rede, dois endereços IP.

    • Habilitar NAT: habilita a operação do NAT na interface de rede do produto.

    Ao alterar o modo de operação e clicar em "Salvar", o seguinte aviso aparecerá solicitando confirmação adicional referente ao serviço de auto configurações.

  2. WAN

    Permite configurar parâmetros relacionados à conexão do equipamento com a internet (WAN).

    Obs.: essa funcionalidade está disponível apenas quando o modo de operação for Roteador.

      IPv4

      • IP estático: define as configurações de IP manualmente.


        Endereço IPv4: define o endereço IP da interface.

        Máscara de Sub-rede: define a máscara de sub-rede da interface.

        Gateway: define o gateway-padrão da interface.

        Clonar MAC?: define se o equipamento deverá clonar o endereço MAC do equipamento anterior na rede.


      • Cliente DHCP: define a WAN, para receber um endereço IP automaticamente, por um servidor DHCP.


        Clonar MAC?: define se o equipamento deverá clonar o endereço MAC do equipamento anterior na rede.

        Clonar endereço MAC da WAN: define um endereço MAC a ser clonado. Alguns provedores restringem o acesso a um endereço MAC previamente detectado por outro dispositivo. Assim sendo, você deve notificar seu provedor quanto à troca de MAC ou simplesmente clonar o MAC do equipamento anterior.


      • PPPoE: escolha PPPoE, para conectar-se a seu provedor de acesso, via PPPoE.


        Clonar MAC?: define se o equipamento deverá clonar o endereço MAC do equipamento anterior na rede.

        Nome de Serviço: nome do serviço PPPoE de seu provedor.

        Usuário: define o nome do usuário para autenticação PPPoE.

        Senha: define a senha para autenticação PPPoE.

        MPPE: habilita criptografia MPPE (Microsoft Point-to-Point Encryption).

        MTU (Maximum Transmission Unit): é o tamanho máximo do pacote que a interface pode transmitir.


      IPv6

      • Link local: IP gerado automaticamente pelo produto.

      • IP Estático: o endereço do IPv6 deve ser especificado manualmente.

        • Endereço IP: especifica o endereço IPv6 para a interface.

        • Tamanho do prefixo: insere o comprimento do prefixo IPv6 para o endereço.

        • Gateway: especifica o endereço do IPv6 para o gateway padrão.

      • Automático: o equipamento gera seu próprio endereço IPv6.

      • Desabilitado: desabilitar o endereço do dispositivo por IPv6.

  3. LAN

    Permite configurar parâmetros relacionados à conexão do equipamento com a rede local (LAN).

      IPv4

      Caso seu dispositivo esteja em modo de operação Bridge, a seguinte tela será apresentada.

      • Endereço IP dinâmico (automático): marque para obter endereço de um servidor DHCP.

      • Endereço de IP Fixo / Fallback: endereço a ser atribuído, caso o equipamento não receba corretamente o endereçamento, através do servidor DHCP.

      • Máscara de Sub-rede: máscara de sub-rede do equipamento.

      • Gateway Padrão: define o gateway-padrão da interface.

      Para dispositivos configurados em modo de operação Roteador, a seguinte tela será apresentada.

      IPv6

      • Link local: IP gerado automaticamente pelo produto.

      • Manual: o endereço do IPv6 deve ser especificado manualmente.

      • Endereço IP: especifica o endereço IPv6 para a interface.

      • Tamanho do Prefixo: insere o comprimento do prefixo IPv6 para o endereço.

      • Gateway Padrão: especifica o endereço do IPv6 para o gateway padrão.

      • Servidor DHCP: pode operar no modo Stateless, ou ainda, ser desativado. Ao desabilitar o servidor DHCPv6, nenhum endereço IPv6 será atribuído a clientes.

  4. DHCP

    Permite configurar um servidor DHCP na sua rede, como também definir um IP estático.

    • Habilitar DHCP: permite habilitar ou desabilitar o servidor DHCP.

    • Endereço IP Inicial: permite definir o IP inicial do intervalo dos possíveis endereços IP da rede.

    • Endereço IP Final: permite definir o IP final do intervalo dos possíveis endereços IP da rede.

    • Tempo de Renovação: controla o tempo de renovação dos endereços, indicando o tempo em que o servidor verifica se os clientes estão ativos.

    • Proteção contra ataque de DNS Rebind: permite desativar DNS Rebind.

    • Obs.: ao desabilitar esta função você pode ser vítima de ataques, do tipo spam, ataques distribuídos de negação de serviço (DDoS) e outras atividades maliciosas.

      Configurando um IP estático na rede:

      • Clique em Adicionar.

      • Preencha as informações do dispositivo: IP, MAC e Descrição.

      • Clique em Adicionar.

      • Obs.: a quantidade máxima de IPs estáticos possíveis é igual a quantidade de IPs configurados na opção Intervalo do Servidor DHCP.

  5. DNS

    Permite selecionar se os endereços dos servidores DNS serão definidos automaticamente ou manualmente.


    • Modo DNS:

      • DNS manual: permite que os servidores DNS sejam definidos manualmente.

      • DNS automático: permite que os servidores DNS sejam definidos automaticamente.

    • Servidor DNS 1: define o endereço IP do servidor DNS primário.

    • Servidor DNS 2: define o endereço IP do servidor DNS secundário.

  6. Captive Portal

    Configuração de autenticação externa de usuários na rede.


    • Habilitar Captive Portal: selecione as redes Wi-Fi que utilizarão a função Captive Portal.

    • Endereço do Captive Portal Externo (autenticador): endereço da página externa na qual o usuário será redirecionado para autenticação.

    • Tempo de sessão: tempo de sessão do usuário. Ao expirar o tempo configurado, a sessão será encerrada e o usuário precisará se re-autenticar. O tempo de sessão informado acima só será aplicado quando um intervalo válido não for definido pelo servidor. Pode ser definido em minutos, horas ou dias.

    • Tempo de inatividade: ao ser detectada a inatividade do usuário no limite configurado, o mesmo terá sua sessão encerrada. Pode ser definido em minutos, horas ou dias.

    Tipo de autenticação: Externo ou Radius.

    • Externo: permite definir a senha utilizada pelo AP para autenticar-se no servidor captive portal externo.

    • Radius: permite definir qual dos servidores Radius cadastrados deve ser usado para autenticação.

    Walled Garden

    O Zeus OS permite adicionar outros dominios para acesso antes de se autenticar ao Captive Portal Externo através do Walled Garden. Se necessário acessar outro domínio antes da autenticação, é necessário adicionar nessa opção.

  7. QOS

    Utilize a opção QoS para limitar/garantir a banda por SSID ou para limitar a banda por IP/MAC.

    Obs.: a funcionalidade Limite de Banda por IP/MAC está disponível apenas em modo Roteador.


    Link da internet

    • Upload (Mbps): informe a velocidade real de upload do link de internet (para fins de cálculo percentual).

    • Download (Mbps): informe a velocidade real de download do link de internet (para fins de cálculo percentual).

      Obs.: a taxa de transferência máxima do produto pode ser afetada ao ativar a função QoS.

    • Tipo de QoS: selecione a opção desejada: limitar ou garantir a banda.

    Limite de banda por IP/MAC

    • Habilitado: selecione para habilitar a opção de limite de banda.

    • Descrição: descrição da limitação.

    • Rede/IP: Rede/IP cuja banda deseja limitar.

    • MAC: endereço MAC do equipamento.

    • Upload (Mbps): informe o valor em Mbps, para limitar banda de upload, para o SSID correspondente.

    • Download (Mbps): informe o valor em Mbps, para limitar banda de download, para o SSID correspondente.

    Limite de banda por SSID

    • Habilitado: selecione para habilitar a opção de limite de banda.

    • SSID: SSID da rede.

    • Frequência: em qual/quais frequências o SSID está atuando na rede.

    • Upload (Mbps): informe o valor em Mbps, para limitar banda de upload, para o SSID correspondente.

    • Download (Mbps): informe o valor em Mbps, para limitar banda de download, para o SSID correspondente.

    Garantia de banda por SSID

    • Habilitado: marque para ativar o controle de garantia de banda.

    • SSID: SSID da rede.

    • Frequência: em qual/quais frequências o SSID está atuando na rede.

    • Upload (Mbps): porcentagem de banda de upload configurada no link da internet, garantida para o SSID correspondente.

    • Download (Mbps): porcentagem de banda de download configurada no link da internet, garantida para o SSID correspondente.

    • Obs.: é recomendado não aplicar mais de 256 regras para limite de banda.

  8. Rotas

    Permite criar ou excluir rotas na tabela de roteamento do equipamento.

    Obs.: essa funcionalidade está disponível apenas quando o modo de operação for Roteador.

    • Descrição: nsira uma descrição para a rota a ser criada.

    • Rede de destino: define a rede destino/máscara.

    • Máscara de Sub-Rede: máscara de sub-rede do equipamento para a rota específica.

    • Gateway: define o gateway-padrão de destino para essa rota.

    Use o botão Adicionar para criar as rotas e preencher a tabela de roteamento, ou use o botão para excluir uma rota.

  9. Wireless

    Permite definir o comportamento do equipamento nas redes sem fio.

    Ao clicar em Excluir, é possível remover redes wireless cadastradas previamente.

    Ao clicar em Adicionar ou em Editar , é possível cadastrar ou editar uma rede wireless pela seguinte tela:

    • Nome da Rede (SSID): identificação da rede Wireless.

    • Tipo de autenticação:

    • Sistema Aberto: autenticação desabilitada.

    • WPA: tipo de autenticação baseado em IEEE 802.11, utilizando criptografia AES ou TKIP/AES (requer servidor RADIUS).

      • Senha: senha do servidor RADIUS.

      • Criptografia: AES ou TKIP/AES.

      • NAS ID: ID de identificação para o servidor Radius.

      • Porta: porta do servidor RADIUS.

      • Server address: endereço do servidor RADIUS.

    • WPA2: tipo de autenticação baseado em IEEE 802.11, utilizando criptografia AES ou TKIP/AES (requer servidor RADIUS).

      • Senha: senha do servidor RADIUS.

      • Criptografia: AES ou TKIP/AES.

      • NAS ID: ID de identificação para o servidor Radius.

      • Porta: porta do servidor RADIUS.

      • Server address: endereço do servidor RADIUS.

    • WPA-PSK: chave pessoal compartilhada, utilizando criptografia AES ou TKIP/AES.

      • Criptografia: AES ou TKIP/AES.

      • Senha: senha (no mínimo 8 caracteres).

    • WPA2-PSK: chave pessoal compartilhada, utilizando criptografia AES ou TKIP/AES.

      • Criptografia: AES ou TKIP/AES.

      • Senha: senha (no mínimo 8 caracteres).

      Configuração avançada:

    • Isolar SSID: bloqueia a comunicação entre os dispositivos conectados em diferentes SSID.

    • Somente internet: bloqueia a comunicação entre os clientes conectados neste SSID e o restante da rede local (disponível apenas quando em modo roteador).

    • Ocultar SSID: permite ocultar a rede sem fio.

    • Isolar clientes: bloqueia a comunicação entre os dispositivos conectados neste SSID.

    • VLAN: selecione para habilitar e definir a VLAN.

    • ACL - Modo do controle de acesso:

    • Desativado: ACL desativado.

    • Permitir listados: permite a conexão de clientes definidos na lista de clientes.

    • Bloquear listados: bloqueia a conexão dos dispositivos adicionados na lista de clientes.

    • Quando ativado, clique em Adicionar para incluir clientes na lista.

    • Máximo de clientes conectados: selecione um valor para definir a quantidade de clientes conectados no mesmo SSID.

      Obs.: verificar na ficha técnica do produto a quantidade máxima de clientes suportados.

    • Mínimo de sinal do cliente (dBm): permite configurar o valor mínimo de sinal aceitável de cada cliente conectado.

  10. Wireless Avançado

    Permite definir configurações e funcionalidades extras da interface Wireless.

    • Wireless Roaming: permite que os clientes conectados transitem de um AP para o outro de forma transparente e sem perda de pacotes.

    • Habilitar Assisted Roaming: suporte aos protocolos 802.11k e 802.11v. Marque para habilitar a função em seu equipamento. Com a função habilitada, o AP irá sugerir a transição para os dispositivos quando for conveniente.

    • Habilitar Fast Roaming: suporte ao protocolo 802.11r. Marque para habilitar a função em seu equipamento. Opera somente em SSIDs com criptografia WPA ou WPA2 e requer que o dispositivo do cliente tenha suporte a este protocolo.

    • Smart Handover: marque para habilitar a função Smart Handover no seu equipamento. Com a função habilitada, o AP irá gerenciar a transição dos dispositivos de forma ativa, com base nas métricas de rede e qualidade do sinal.

    • Definir este AP como principal: marque para definir este AP como principal. Os demais APs deverão estar desmarcados e com o mesmo SSID do AP Principal, para correto funcionamento.

      Atenção: esta funcionalidade é recomendada para redes de pequeno porte, com no máximo 6 roteadores empresariais e 100 dispositivos. Para redes de maior porte, utilize a função Assisted Roaming.

      Obs.: esta funcionalidade está disponível apenas em Modo de operação Bridge. Verificar na ficha técnica do produto a disponibilidade da função.

    • Band Steering: o Band Steering é uma técnica utilizada em ambientes Wi-Fi dual-band que estimula os dispositivos clientes a se conectarem na banda de 5 GHz para que haja máximo desempenho decorrente da maior capacidade dessa banda, porém a decisão final acerca de qual banda utilizar depende inteiramente do próprio cliente.

        Métodos:

      • Preferencialmente 5 GHz: realiza a priorização da conexão na rede 5 GHz independente da performance. Se após a conexão, a rede 5 GHz estiver muito degradada (interferência, performance baixa ou muitos clientes conectados consumindo recursos), o usuário será direcionado para a rede 2,4 GHz, pois terá a melhor performance considerada no momento. Se durante o período de conexão deste cliente a rede 5 GHz melhorar a sua performance, o usuário será redirecionado automaticamente para a rede 5 GHz sem perda na conexão.

      • Balanceamento de clientes entre frequências: realiza a priorização da conexão baseada na melhor frequência para o usuário. Normalmente a melhor frequência para dispositivos dual band é a de 5GHz. Porém, caso a rede 5 GHz esteja muito degradada (interferência, performance baixa ou muitos clientes conectados consumindo recursos), na conexão, o usuário será direcionado diretamente para a rede 2,4 GHz pois terá a melhor performance considerada no momento. Se durante o período de conexão deste cliente a rede 5 GHz melhorar a sua performance, o usuário será redirecionado automaticamente para a rede 5 GHz sem perda na conexão.

        Importante: é muito comum o Balanceamento de clientes entre as frequências falhar por causa da característica de maior alcance do sinal na banda 2,4 GHz, por isso, é muito importante ajustar corretamente a potência do rádio 2,4 GHz, para que ambas as frequências (2,4 GHz e 5 GHz) tenham a mesma potência na prática.

      • Obs.: a função de Band Steering está disponível apenas para os modelos AP Dual-Band.

    • Beamforming: o Beamforming garante que o sinal de Wi-Fi seja direcionado diretamente aos dispositivos dos clientes, evitando perdas durante o processo de transmissão e melhorando o nível de sinal na área de 360° ao retor do AP. Marque para habilitar a função em seu equipamento.

  11. Radius

    Permite configurar servidores Radius no equipamento.

    • NAS ID: ID de identificação para o servidor Radius.

    • Descrição: descrição do servidor RADIUS.

    • Endereço Servidor: endereço do servidor RADIUS.

    • Senha: senha do servidor RADIUS.

    • Porta Autenticação: porta do servidor RADIUS.

  12. Wireless | Radio 2.4 GHz

    Permite definir o comportamento do equipamento nas redes sem fio de 2.4 GHz.

    • Ativar 2.4 GHz: ativa o funcionamento do equipamento na frequência de 2.4 GHz

    • Modo de Operação: modo de operação do equipamento.

    • Modo IEEE: define o padrão de comunicação da rede Wireless.

    • País: o país a ser exibido será Brasil.

    • Canal: canal utilizado pelo equipamento.

      O botão "Selecionar banda e canal" permite selecionar o canal e a largura de banda:

    • Largura de banda: o padrão é de 20 MHz para dispositivos baseados no padrão 802.11. Entretanto, os padrões 802.11n, 802.11ac e 802.11ax permitem à junção de canais, aumentando assim a taxa de transferência de dados.

    • Preferencialmente a largura selecionada: indica ao AP a preferência em operar na largura selecionada manualmente.

    • Canal de extensão: se o padrão for b/g/n/ax e a largura de banda 40 MHz, isto define se o segundo canal vai ser acima ou abaixo do canal central.

    • Seleção de canal: selecione um canal de preferência. Ao selecionar mais que um canal ou nenhum, a função Canal automático será ativada.

    • Potência de Transmissão (dBm): permite especificar manualmente a potência de transmissão.

  13. Wireless | Radio 5 GHz

    Permite definir o comportamento do equipamento nas redes sem fio de 5 GHz.

    • Ativar 5 GHz: ativa o funcionamento do equipamento na frequência de 5 GHz

    • Modo de Operação: modo de operação do equipamento.

    • Modo IEEE: define o padrão de comunicação da rede Wireless.

    • País: o país a ser exibido será Brasil.

    • Canal: canal utilizado pelo equipamento.

      O botão "Selecionar banda e canal" permite selecionar o canal e a largura de banda:

    • Largura de banda: o padrão é de 20 MHz para dispositivos baseados no padrão 802.11. Entretanto, os padrões 802.11n, 802.11ac e 802.11ax permitem à junção de canais, aumentando assim a taxa de transferência de dados.

    • Preferencialmente a largura selecionada: indica ao AP a preferência em operar na largura selecionada manualmente.

    • Canal de extensão: se o padrão for a/n/an/ax e a largura de banda 80 MHz, isto define se o segundo canal vai ser acima ou abaixo do canal central.

    • Seleção de canal: selecione um canal de preferência. Ao selecionar mais que um canal ou nenhum, a função Canal automático será ativada.

    • Potência de Transmissão (dBm): permite especificar manualmente a potência de transmissão.

Sistema

Aqui estão disponíveis opções relacionadas ao sistema.

  1. Gerenciamento

    HTTP, HTTPS, SSH e VLAN

    • Acesso HTTP

      • Acesso via WAN: habilitar ao dispositivo via WAN.

      • Defesa contra ataque de Força Bruta: ativa a proteção contra ataques de força bruta.

      • Habilitado: marque para habilitar o acesso via protocolo HTTP.

      • Porta: informe a porta para aceitar conexões via protocolo HTTP (padrão 80).

    • Acesso HTTPS

      • Acesso via WAN: habilitar ao dispositivo via WAN.

      • Defesa contra ataque de Força Bruta: ativa a proteção contra ataques de força bruta.

      • Porta: informe a porta para aceitar conexões via protocolo HTTPS (padrão 443).

      • Certificado/chave: selecione o modo de reconhecimento de certificado/chave HTTPS.

      • Certificado: clique em Buscar para localizar o certificado HTTPS a ser utilizado.

      • Chave: clique em Buscar para localizar a chave HTTPS a ser utilizada.

    • Acesso SSH

      • Habilitado: marque para habilitar o acesso SSH ao equipamento.

      • Defesa contra ataque de Força Bruta: ativa a proteção contra ataques de força bruta.

      • Acesso via WAN: habilitar ao dispositivo via WAN.

      • Certificado/chave: selecione o modo de reconhecimento de certificado/chave HTTPS.

      • Porta: informe a porta para aceitar conexões via protocolo SSH (padrão 22).

      • Chave: clique em Buscar para localizar a chave HTTPS a ser utilizada.

    • VLAN

      • Interface: permite selecionar em quais interfaces a VLAN de gerência estará presente: Ethernet, Wireless ou ambas.

      • VLAN de gerência: defne a VLAN de gerência do equipamento.

  2. Backup e Restauração

    Backup, Recovery e Padrão de Fábrica.

    • Criar arquivo de backup: irá fazer download do arquivo que contém as configurações atuais do produto.

    • Aplicar configurações já salvas: permite restaurar as configurações salvas a partir de um arquivo de backup.

    • Restaurar padrão de fábrica: redefine as configurações do equipamento ao padrão de fábrica.

  3. Atualização de Firmware

    Permite atualizar a versão de firmware do equipamento.

    • Atualização manual: selecione o arquivo da versão de firmware a ser instalada e clique em "Atualizar". Aguarde até que o processo de atualização seja concluído.

  4. Senha

    Use essa funcionalidade para trocar a senha de administração de tempos em tempos.

    • Senha atual: digite a senha atual de administração.

    • Nova senha: digite a nova senha de administração.

    • Confirmar nova senha: digite novamente a nova senha de administração.

Serviços
  1. Discovery

    Permite controlar a descoberta do produto na rede através de protocolos conhecidos.

    • Defesa contra ataque de Força Bruta: marque para ativar a proteção contra ataques de força bruta.

    • Protocolo LLDP: marque para permitir que o equipamento seja descoberto, através do protocolo LLDP.

    • Protocolo CDP: marque para permitir que o equipamento seja descoberto, através do protocolo CDP v1/v2.

    • Protocolo INTELBRAS: marque para permitir que o equipamento seja descoberto, através do protocolo Intelbras.

    • Permitir Discovery na interface WAN: marque para permitir que a função de Discovery passe a atuar na interface WAN.

Segurança

Firewall

Restrição de acesso nas operações de transmissão ou recepção de dados.

  • Habilitar firewall: habilita o firewall.

  • Habilitar ping na WAN: desbloqueia o ping na WAN.

  • Habilitar UPnP: habilita o Universal Plug & Play.

  • Segurança: permite a ativação de defesas contra ataques e falhas conhecidas. (Ativadas por padrão)

    • Defesa contra ataque ICMP Flood: impede conexões ICMP de alto tráfego para o roteador ou através dele (aceita até 2/segundo com burst de 3).

    • Defesa contra ataque TCP SYN Flood: impede conexões TCP com flags FIN, SYN, RST, ACK/SYN de alto tráfego para o roteador ou através dele (aceita até 25/segundo com burst de 50).

    • Defesa contra ataque UDP Flood: impede conexões UDP de alto tráfego para o roteador ou através dele (aceita 10/segundo com burst de 20).

    • Defesa contra escaneamento de portas/Flags inválidas TCP: impede conexões TCP com flags FIN, SYN, RST, ACK/SYN de alto tráfego para o roteador ou através dele (aceita até 25/segundo com burst de 50).

    • Defesa contra IP Spoofing: impede conexões com IPs forjados/falsificados.

    • Defesa contra pacotes inválidos: impede transmissão de pacotes sem características válidas.

  1. Controle por Rede e IP

    Permite adicionar/remover regras de bloqueio ou liberação de acesso por endereço IP.

    Obs.: essa funcionalidade está disponível apenas quando o modo de operação for Roteador.

    • Tipo de Controle: escolha entre Controle por IP ou Controle por Faixa de Rede.

    • Protocolo: escolha os protocolos TCP e/ou UDP.

    • Ação: Liberar ou Bloquear.

    • Descrição: descrição do controle.

    • IP/Rede: endereço IP ou faixa de rede a ser bloqueado ou liberado, bem como a máscara de sub-rede.

    Use o botão Adicionar para criar as regras, ou use o botão para excluir uma regra.

  2. Controle por MAC

    Permite adicionar/remover regras de bloqueio ou liberação de acesso por endereço MAC.

    Obs.: essa funcionalidade está disponível apenas quando o modo de operação for Roteador.

    • Bloquear: define se o endereço MAC deve ou não ser bloqueado.

    • Descrição: descrição do controle.

    • MAC: endereço MAC a ser bloqueado ou liberado.

    Use o botão Adicionar para criar as regras, ou use o botão para excluir uma regra.

  3. Controle de DMZ e Redirecionamento de Portas

    Permite definir uma DMZ e também adicionar e remover regras de redirecionamento de portas.

    Obs.: essa funcionalidade está disponível apenas quando o modo de operação for Roteador.

    • Descrição: descrição do controle.

    • IP: endereço IP destino.

    • Redirecionar Portas: Simples ou avançado.

    Redirecionamento de portas (simples)

    • Descrição: descrição do controle.

    • Intervalo de portas: intervalo de portas a ser redirecionado.

    • Protocolo: selecione TCP, UDP ou TCP/UDP.

    • IP de Destino: endereço IP de destino.

    Use o botão Adicionar para criar as regras, ou use o botão para excluir uma regra.

    Redirecionamento de portas (avançado)

    • Descrição: descrição do controle.

    • IP/Rede de origem: define o IP/Rede de origem.

    • Porta externa: define a porta externa.

    • IP interno: define o IP interno.

    • Porta interna: define a porta interna.

    • Protocolo: TCP, UDP, TCP e UDP.

    Use o botão Adicionar para criar as regras, ou use o botão para excluir uma regra.

Conexões
  1. Dispositivos conectados

    Permite acessar informações sobre os clientes conectados via Wi-Fi ou rede cabeada.

    • Interface: permite filtrar os dispositivos por interface: Wireless, Ethernet ou Qualquer.

    • SSID: permite filtrar os dispositivos por SSID.

    • Tipo: permite filtrar os dispositivos pelo tipo: DHCP, Estático, Desconhecido ou Qualquer.

    • Pesquisar dispositivos: possiblita a busca de dispositivo(s) por SSID, hostname ou endereço MAC.

Reset (padrão de fábrica)

Há dois modos de redefinir as configurações:

  • Botão reset físico: mantenha pressionado o botão Reset por aproximadamente 10 segundos. Solte-o e aguarde o equipamento reiniciar.

  • Reset via software: use o botão Restaurar padrão de fábrica disponível na guia Sistema>Configurações>Configuração padrão de fábrica, na interface de gerenciamento web do produto.

Obs.: não desligue o equipamento durante esse processo.

Termo de garantia

Preencha o formulário para imprimir

Fica expresso que esta garantia contratual é conferida mediante as seguintes condições:

    • Todas as partes, peças e componentes do produto são garantidos contra eventuais vícios de fabricação, que porventura venham a apre-sentar, pelo prazo de 1 (um) ano – sendo este de 90 (noventa) dias de garantia legal e 9 (nove) meses de garantia contratual –, contado a partir da data da compra do produto pelo Senhor Consumidor, conforme consta na nota fiscal de compra do produto, que é parte integrante deste Termo em todo o território nacional. Esta garantia contratual compreende a troca expressa de produtos que apresentarem vício de fabricação. Caso não seja constatado vício de fabricação, e sim vício(s) proveniente(s) de uso inadequado, o Senhor Consumidor arcará com essas despesas.

    • A instalação do produto deve ser feita de acordo com o Manual do Produto e/ou Guia de Instalação. Caso seu produto necessite a ins-talação e configuração por um técnico capacitado, procure um profissional idôneo e especializado, sendo que os custos desses serviços não estão inclusos no valor do produto.

    • Constatado o vício, o Senhor Consumidor deverá imediatamente comunicar-se com o Serviço Autorizado mais próximo que conste na re-lação oferecida pelo fabricante – somente estes estão autorizados a examinar e sanar o defeito durante o prazo de garantia aqui previsto. Se isso não for respeitado, esta garantia perderá sua validade, pois estará caracterizada a violação do produto.

    • Na eventualidade de o Senhor Consumidor solicitar atendimento domiciliar, deverá encaminhar-se ao Serviço Autorizado mais próximo para consulta da taxa de visita técnica. Caso seja constatada a necessidade da retirada do produto, as despesas decorrentes, como as de transporte e segurança de ida e volta do produto, ficam sob a responsabilidade do Senhor Consumidor.

    • A garantia perderá totalmente sua validade na ocorrência de quaisquer das hipóteses a seguir: a) se o vício não for de fabricação, mas sim causado pelo Senhor Consumidor ou por terceiros estranhos ao fabricante; b) se os danos ao produto forem oriundos de acidentes, sinistros, agentes da natureza (raios, inundações, desabamentos, etc.), umidade, tensão na rede elétrica (sobretensão provocada por acidentes ou flutuações excessivas na rede), instalação/uso em desacordo com o manual do usuário ou decorrentes do desgaste natural das partes, peças e componentes; c) se o produto tiver sofrido influência de natureza química, eletromagnética, elétrica ou animal (insetos, etc.); d) se o número de série do produto tiver sido adulterado ou rasurado; e) se o aparelho tiver sido violado.

    • Esta garantia não cobre perda de dados, portanto, recomenda-se, se for o caso do produto, que o Consumidor faça uma cópia de segurança regularmente dos dados que constam no produto.

    • A Intelbras não se responsabiliza pela instalação deste produto, e também por eventuais tentativas de fraudes e/ou sabotagens em seus produtos. Mantenha as atualizações do software e aplicativos utilizados em dia, se for o caso, assim como as proteções de rede necessárias para proteção contra invasões (hackers). O equipamento é garantido contra vícios dentro das suas condições normais de uso, sendo impor-tante que se tenha ciência de que, por ser um equipamento eletrônico, não está livre de fraudes e burlas que possam interferir no seu correto funcionamento.

    • Após sua vida útil, o produto deve ser entregue a uma assistência técnica autorizada da Intelbras ou realizar diretamente a destinação final ambientalmente adequada evitando impactos ambientais e a saúde. Caso prefira, a pilha/bateria assim como demais eletrônicos da marca Intelbras sem uso, pode ser descartado em qualquer ponto de coleta da Green Eletron (gestora de resíduos eletroeletrônicos a qual somos associados). Em caso de dúvida sobre o processo de logística reversa, entre em contato conosco pelos telefones (48) 2106-0006 ou 0800 704 2767 (de segunda a sexta-feira das 08 ás 20h e aos sábados das 08 ás 18h) ou através do e-mail suporte@intelbras.com.br.

  • Sendo estas as condições deste Termo de Garantia complementar, a Intelbras S/A se reserva o direito de alterar as características gerais, técnicas e estéticas de seus produtos sem aviso prévio.

  • Todas as imagens deste manual são ilustrativas.

  • Produto beneficiado pela Legislação de Informática.

  • Firefox é uma marca registrada da Mozilla Foundation. UPnP é uma marca registrada da UPnP Implementers Corporation.


    Assinatura do cliente: ________________________


Fale Conosco

Termos de Uso

Política de privacidade

Suporte a clientes: (48) 2106 0006

Fórum: forum.intelbras.com.br

Suporte via chat e e-mail: intelbras.com.br/suporte-tecnico

SAC: 0800 704 2767

Onde comprar? Quem instala?: 0800 724 5115

Produzido por: Intelbras S/A – Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira

Rodovia SC 281, km 4,5 – Sertão do Maruim – São José/SC – 88122-001

CNPJ 82.901.000/0014-41 – intelbras.com.br

Indústria Brasileira